Conheça a Fazenda Pratinha, na Chapada Diamantina

postado em: Bahia, Brasil, Sem categoria | 8

IMG_0047A Fazenda Pratinha, na Chapada Diamantina, na Bahia, tem vários atrativos e é um ótimo programa para gente de todas as idades.

Ela está localizada a cerca de uma hora de carro do centro de Lençóis, que é a cidade mais próxima. Basta ir pela BA-144 e virar à esquerda quando chegar à BR-242 (sentido Palmeiras e Iraquara). Continue nela até encontrar uma bifurcação. Então, pegue a via à direita, a BA-480, e siga até encontrar outra bifurcação. Finalmente, vire à esquerda. O trajeto é todo bem sinalizado e o GPS ajuda muito.

A entrada na Fazenda Pratinha custa R$ 30 (aceitam débito e dinheiro) e dá acesso à Gruta da Pratinha, ao Rio Pratinha e à Gruta Azul. Além disso, há restaurante e banheiros por lá, além de estacionamento. E atenção: a fazenda fecha às 17h.

As atrações:

Fui primeiro à Gruta da Pratinha. Lá é possível fazer flutuação e conhecer o interior dela. O passeio, de meia hora, sai por mais R$ 40 e inclui snorkel, pé de pato, colete salva-vidas e lanterna. Achei a experiência muito interessante. É incrível ficar dentro da gruta na escuridão. Porém, o preço é salgado. Rola pagar no crédito, ao menos.

Gruta da Pratinha
Gruta da Pratinha

Depois, fiquei relaxando no Rio Pratinha. O lugar é encantador, com águas cristalinas. Dá para curtir ainda uma tirolesa sobre o rio. Achei o trajeto bem curto e sem graça. Preferi não desembolsar mais R$ 20 (aqui só aceitam dinheiro).

Rio Pratinha
Rio Pratinha
fazendapratinha
Rio Pratinha e a tirolesa à direita

Por fim, conheci a Gruta Azul. Infelizmente, fui numa época pouco propícia, em novembro, e, ainda por cima, no fim do dia. De abril a setembro, o sol incide diretamente nela, deixando a água azulzinha. Portanto, não pude apreciar o tal espetáculo da natureza, mas valeu a pena.

Gruta Azul
Gruta Azul

Reserve pelo menos duas horas para conhecer tudo com calma. O acesso a cada um dos pontos é fácil, sem qualquer trilha. De lá, dá para partir para o Morro do Pai Inácio e assistir ao pôr do sol. Em caso de chuva, não desanime. O tempo estava péssimo quando estive lá, mas conseguir aproveitar o lugar com tranquilidade.

LEIA TAMBÉM:

Tudo sobre a Cachoeira do Mosquito, na Chapada Diamantina

Trilha da Cachoeira do Buracão, na Chapada Diamantina

Cachoeira da Fumacinha: o que saber antes de ir

Tudo sobre a Chapada dos Veadeiros, em Goiás

*Viagem realizada em novembro de 2017

8 Respostas

  1. que lugar lindo, a Chapada sempre nos reservando imagens inacreditáveis, e a gruta é de tirar o fôlego!

  2. Estive ai em minha passagem pela Chapada Diamantina, parte de minha viagem pela Bahia, me arrependi de não ter passado um dia inteiro no local.

  3. Que água maravilhosa! Gente, em minha opinião, não tem coisa mais linda neste mundo do que os rios e mares cristalinos! Fiquei morrendo de vontade de descer aquela tirolesa! E a Gruta Azul, então? Que coisa lindaaaa!

  4. Nada se compara a estas belezas naturais… e quanta sorte o poder usufruí-las sem mais “testemunhas” 🙂 Apetece aparecer por aí… Um lugar a colocar no mapa.

  5. Já tive o prazer de conhecer esse paraíso, é lindo demais. Pena que quando fui a tirolesa não estava funcionando…

  6. Para mim a Chapada Diamantina é um das regiões mais bonitas que já visitei. Adoro! Bonita e exuberante. Dá para sair da Chapada cheia, lotada de energia não é?! rsrs bjus

  7. Viviane Carneiro

    Uau… preciso conhecer esse lugar urgentemente! O Brasil é repleto de lugares lindos e surpreendentes. As fotos estão lindas demais!

  8. Quero demais conhecer a Chapada Diamantina, tá bem no topo da minha lista de destinos nacionais, adoro destinos naturais e de ecoturismo e esse não pode faltar.

Deixe uma resposta